Apertura da Exposição “Arpilleras da Resistência Política Chilena” em Brasília

A Apertura da Exposição “Arpilleras da Resistência Política Chilena” aconteceu na Biblioteca Nacional de Brasília, nesta sexta, 13 de Março de 2012.

A produtora da exposição, Clara Politi abriu o evento, lembrando à curadora da Exposição, Roberta Bacic, quem reside na Irlanda do Norte, Reino Unido, de onde se dedica a organizar exposições internacionais de arpilleras e quilts (colchas memórias). Roberta estará presente nas exposições que acontecerão em Belo Horizonte-MG  (18 – 25 de Maio) e Rio de Janeiro-RJ (29 de maio – 5 de junho). Clara agradeceu o apoio da Comissão de Anistia e lembrou que além das atrativas cores presentes nas arpilleras, as narrativas que contem são um recurso para transmitir os processos de resistência, da memória e da procura da justiça e da verdade em contextos repressivos. O motivo para esta exposição formar parte do projeto “Marcas de Memória” é que as narrativas que as arpilleras nos trazem podem se enlaçar e se costurar junto com as histórias e memórias de luta e repressão do povo brasileiro, presentes e passadas.

Entre os presentes no evento cabe destacar ao presidente da Comissão de Anistia, Paulo Abrão; ao Secretário de Cultura de DF, Hamilton Teixeira; à Secretária de Estado da Mulher, Olgamir Amancia Ferreira; e ao embaixador do Chile no Brasil, Jorge Montero.

Paulo Abrão, Presidente da Comissão de Anistia

Olgamir Amacia Ferreira, Secretária da Mulher do Governo do DF

Hamilton Pereira, Secretário de Cultura do Governo de DF

Para o encerramento do evento contamos com a presença da Ministra de Políticas Públicas para as Mulheres, Eloisa Menicucci, que acompanhada da secretária executiva Lourdes Bandeira destacou a engenhosidade das narrativas, afirmando “Para nós, é muito importante esta história contada por diferentes mãos que são as arpilleras da resistência chilena”. A ministra tinha já recebido a produtora da exposição na Secretaria de Políticas para as Mulheres.

Ministra da Secretaria de Políticas para as Mulheres, Eloisa Menicucci e Clara Politi, Produtora da Exposição

Além das autoridades, também estiveram presentes as representantes dos movimentos sociais Leila Rebouças, do Fórum de Mulheres do DF; Abadia Texeira, da Marcha Mundial das Mulheres; Antônia Araújo, das Promotoras Legais Populares e Albaniza Lopes e Iscila Bastos do Grupo de Mulheres Renascer da Terceira Edade da Vila Planalto.

Anúncios
Esse post foi publicado em Brasília. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s